quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

La Chanson Noire
Sexta 26 de Fevereiro, Bar Arcaz Velho, Stª Apolónia, Lisboa


Jill Tracy
Sábado 27 de Fevereiro, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães


EVENTOS

The Final Hour
Sábado 27 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Heavens, programa de sábado
Sábado 27 de Fevereiro, Heavens, Porto



4enzics
Sábado 27 de Fevereiro, Riscas Bar, Porto

Etiquetas: , , , , ,

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Lydia Lunch & Big Sexy Noise
Quinta 18 de Fevereiro, Teatro Aveirense, Aveiro
Sábado 20 de Fevereiro, Galeria Zé dos Bois, Lisboa


EVENTOS

Metropolis Mascarade Ball
Convidados especiais: Tilo Wolff (Lacrimosa) e Eric Burton (Catastrophe Ballet)
Segunda 15 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Dark Carnival
Segunda 15 de Fevereiro, Heavens, Porto



Decades
Sexta 19 de Fevereiro, Riscas Bar, Porto



All Tomorrow’s Parties
Sexta 19 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Heavens, programa de sexta
Sexta 19 de Fevereiro, Heavens, Porto



Depeche Mode party
Sábado 20 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Lolita's Night
Sábado 20 de Fevereiro, Heavens, Porto

Etiquetas: , , , ,

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Abismo Humano lança 3ª edição

Já está disponível a terceira edição da revista/projecto Abismo Humano, cujo link permanente se encontra ali à esquerda, na secção Arte.


A terceira edição de Abismo Humano pode ser vista aqui.

Etiquetas:

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Agenda [actualizado]

EVENTOS

Bouquet of Dreams
Sexta 12 de Fevereiro, Parke, Porto



The Nightmare Before Carnival
Sexta 12 de Fevereiro, Heavens, Porto



Synth.Etics
Convidado especial Dj ERK AICRAG (Hocico)
Sábado 13 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Heavens, programa de sábado
Sábado 13 de Fevereiro, Heavens, Porto



Metropolis Mascarade Ball
Convidados especiais: Tilo Wolff (Lacrimosa) e Eric Burton (Catastrophe Ballet)
Segunda 15 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Dark Carnival
Segunda 15 de Fevereiro, Heavens, Porto

Etiquetas: , , , ,

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Fields of The Nephilim - Coliseu do Porto

A minha ansiedade por ver, finalmente, Fields of the Nephilim não me toldou o juízo perante uma actuação tão pobre. Se a principio o nome Bizarra Locomotiva para primeira parte me pareceu estranho, no fim da noite já não encontrei estranheza alguma na escolha, primeiro, porque estes evoluíram bastante musicalmente e segundo, porque os Fields que se apresentaram em palco, trouxeram muito mais rock que gótico(?), acabando assim por estas duas bandas não soarem muito distantes uma da outra.

Como foi referido, a primeira parte esteve a cargo de uns Bizarra Locomotiva com álbum novo debaixo do braço, a distribuir energia por meio coliseu, mostrando a quem, ainda, não os conhece, o que é Industrial.

E foi a esse meio coliseu do Porto, aquecido pelos Bizarra Locomotiva, que o Nephilim e os seus Fields se apresentaram secos e sem a magia que seria expectável a quem se habituou a ouvir os álbuns de estúdio (falta dos manos Wright?) – a banda limitou-se a regurgitar músicas de Mourning Sun intercaladas com trabalhos mais antigos.

Não senti em tempo algum o “coração parar” sob a vista do Nephilim McCoy em palco, nem quando Moonchild soou, nem mesmo no único encore que, apesar de ter melhorado significativamente o concerto, não me apagou da memória o resto da noite, e não elevou a positivo a prestação da banda. Triste pelo que vi e ouvi, dei por mim a pedir silenciosamente para que não houvesse um segundo encore.

Pela primeira vez em 21 anos de concertos digo que preferia ter deixado os Fields “At the gates of silent memory” para, assim, poder continuar a ilusão de que ainda existe rock gótico.

Por estas razões esta crítica é necessáriamente curta e amargurada.
Fotografias? Procurem-nas pelos portais e outros fóruns – apaguei todas as que tirei.

Etiquetas: , ,

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Vampiros à portuguesa: TVI papa SIC e cospe-lhe os ossinhos

"Destino Imortal" (não arranjei foto melhor)



Não tive oportunidade de ver a estreia dos episódios de "Destino Imortal" (TVI) e de "Lua Vermelha" (SIC), mas gravei-os e assisti com todo o interesse. "Destino Imortal" estreou antes, e ouvi críticas desfavoráveis, pelo que preferi experimentar primeiro a tal "Lua Vermelha". O momento era de emoção. Pela primeira vez na vida ia "ver e ouvir" vampiros portugueses, em Portugal, a falar português. Não estava à espera de uma série de adolescentes. Nunca gostei de séries de adolescentes, nem quando eu era adolescente, e não é agora que me vou dar ao trabalho de ver aquela seca. Se lá havia vampiros, não os vi, e perdoem-me a ironia, pelo fim do primeiro episódio já era para se ver um vestígiozinho da história, não? Havia para lá uns putos betos vestidos de preto (era mais cinzento) com ares de qualquer coisa, mas de vampiros muito pouco. Fiquei com a sensação de que a SIC também queria fazer um "Morangos com Açucar", e ao saber que a TVI ia avançar com vampiros decidiu optar pela "rica fórmula" (a que os media portugueses chamam "sinergia" para não admitirem que o seu nome é "bosta") do "dois em um" (colégio de adolescentes + vampiros), mas fez uns "Morangos sem Sangue" que não interessam ao menino Jesus. Vou ver mais um ou dois episódios, por curiosidade, e se continuar assim fecho a torneira da paciência.

-- Depois de escrever estas linhas tentei ver o segundo episódio. Não consegui chegar ao fim. Apaguei naquela parte em que o "s'tor" fala de ligas metálicas. Como já disse, nem nas alturas do meu liceu suportava ver outros liceus! Fechou a torneira. Intragável. --

Admira-me que a SIC tenha decidido dar isto às 21h, quando a TVI arranca com "Destino Imortal" às 6 da tarde. A série da SIC é tão para criancinhas que bem podia passar às 10 da manhã, na programação infantil. "Destino Imortal" sofreu críticas, de gente bem habituada a vampiros "a sério", mas certamente que ainda não tinham visto "Lua Vermelha". Depois de "Lua Vermelha" até "Destino Imortal" parece uma grande produção!
Diga-se a verdade, as expectativas eram baixas (mas tão baixas, tão baixinhas!) que fiquei agradavelmente surpreendida. Não é grande elogio, bem sei, e ser-se "razoável" porque a concorrência é "medíocre" não é nada de jeito. Não sei até que ponto o argumento é copiado (dizem-me que sim), mas como produção nacional (não inovadora, simplesmente "decalcada") a coisa não ficou má de todo. Direi mesmo que está bem adaptada à realidade nacional, o que nem sempre é bom mas aqui até resulta, com aquela cena da camponesa aos gritos e as ovelhas a fugir cobertas de sangue, ou os GNRs a encontrar corpos degolados em Sintra. Até o barzinho e os gótico-metaleiros que os frequentam não são completamente mal apanhados. Foi engraçado ver um pseudo ritual satânico. À hora que passou deve ter chocado algumas famílias. (Hihihi!) Rogério Samora no papel de vampiro fez-me lembrar António Banderas interpretando "Armand" (embora muito mais velho) e tudo o que recorde o vampiro "Armand" é de aproveitar. Justiça lhe seja feita, a série pretende ser inteligente, não é como a vampira Valentina de quem o pai/criador (?) diz abertamente "tens 200 anos mas continuas uma burra". Conheço gente assim, sim senhor. Bem apontado. As próprias aulas universitárias de mitologia e história medieval são interessantes, e bastante invulgares de ouvir em português - e bem podiam fazer uma série com elas. Tenho a certeza que a maior parte das pessoas que viram aquilo nunca tinham ouvido falar de Lilith. Talvez aprendam qualquer coisa e não fiquem burras toda a vida.
Em suma, é uma série que se vê (o râguebi é que era de evitar -- aliás, o que é que se passa com ambas as séries e o râguebi, é alguma coisa do "Twilight"?...), e uma série "que se vê" já é alguma coisa como primeira tentativa no género. "Destino Imortal" não vai longe, não senhor, mas talvez abra a porta para algo de realmente inovador.
A nossa produção artística no campo da ficção sobrenatural, em geral, quer na literatura, na televisão ou no cinema, é de uma pobreza miserável. Gostava de ver as coisas mudarem. Primeiros passos, como "Destino Imortal", na TV, ou "Coisa Ruim, no cinema, podem ser o princípio da mudança. Espectadores não faltam, e bem se encharcam de produção internacional. Porque não produção nacional, se esta for de qualidade? A qualidade é a única coisa que falta.

-- Depois de escrever estas linhas vi também o segundo episódio de "Destino Imortal". Afinal a coisa foi bem mais longe do que eu pensava. As interpretações melhoraram, os diálogos são elevados. Sim senhor, convenceram-me! Parabéns!



Original in Gotika

Etiquetas: , , , ,

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Caspian "Tertia" (2009)

Para não dizerem que nunca ouço música nova... Não é bem verdade que não ouça, a verdade é que ouço e não gosto, e sou bastante impermeável a novas influências, o que ainda diz melhor deste álbum dos Caspian porque estou a escrever precisamente para incentivar uma audição.
Os Caspian são uma banda americana de post-rock. Confesso que até virem a Portugal, em Outubro do ano passado, nunca tinha ouvido falar, nem deles nem sequer de post-rock. Por curiosidade, visitei a página e gostei do que ouvi. Gostei mas não me convenci. Desde Outubro que ando a "digerir" o álbum "Tertia", sempre de pé atrás, até que finalmente entrou. Estranha-se mas entranha-se. Desde aí tenho ouvido muitas bandas semelhantes mas nenhuma com este toque de melancolia, como por exemplo no início de "The Raven", ou com a beleza contida de "Of Foam and Wave". Não ajuda ser uma banda simplesmente instrumental, pelo menos aos meus ouvidos sintonizados para a necessidade de uma voz. Talvez demore a entrar, (e talvez a princípio pareça tudo igual, como me pareceu a mim) mas aconselho vivamente a tentativa a quem gosta das nossas sonoridades. Vale a pena o esforço. E vale a pena ficar atento a esta banda.

Alguma informação na Last FM

Etiquetas: ,

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Fields of the Nephilim
Sábado 6 de Fevereiro, Coliseu, Porto


Tindersticks
Quarta 3 de Fevereiro, Centro Cultural e de Congressos, Caldas da Rainha
Quinta 4 de Fevereiro, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães
Sexta 5 de Fevereiro, Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra
Sábado 6 de Fevereiro, Teatro Municipal da Guarda, Guarda
Domingo 7 de Fevereiro, Cine Teatro de Estarreja, Estarreja


EVENTOS

Neon Nights
Sexta 5 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa



Oporto Decay
Lançamento edição nº 5 da fanzine Oporto Decay
Sexta 5 de Fevereiro, Espaço 77, Porto



Fields of the Nephilim after party
Sábado 6 de Fevereiro, Heavens, Porto



Fields of the Nephilim after party
Sábado 6 de Fevereiro, Maus Hábitos, Porto



Synergy Night: Fields of the Nephilim after party
Sábado 6 de Fevereiro, Pitch Club, Porto



Back to the 80's
Sábado 6 de Fevereiro, Metropolis, Lisboa

Etiquetas: , , , , , , , ,

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

SUNN O))) - LX Factory, Lisboa, 02 de Fevereiro

Peço desculpa por ser em cima da hora.

Oriundos da California os Sun O))) são Greg Anderson e Stephen O'Malley. Têm como curiosidade a inexistência de bateria, sendo apenas baixo e guitarra, a música é pesada e de ritmo muito lento, o que a torna necessáriamente densa e negra. São conhecidos por tocar muito alto em concertos. A não perder.

Etiquetas: ,