sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Bauhaus "Go Away White" (2008)


É sempre com muito respeitinho que se toca no primeiro álbum de estúdio desde há 25 anos de uma banda que influenciou toda a música alternativa desde os anos 80 e que com todo o mérito alcançou (porque não dizê-lo assim?...) um lugar no panteão de verdadeiros Deuses do gótico.
E como a reverência acarreta medo, e as experiências de reencontros muitas vezes trazem consigo a mais profunda desilusão, foi com receio que me pus a ouvir "Go Away White", álbum lançado este ano pela formação original dos Bauhaus. Depois da já longa e frutífera carreira a solo de Peter Murphy e das diversas aventuras dos restantes, mais ou menos bem sucedidas, desta reunião era de esperar tudo.
Vou ser franca, curta e incisiva. Fomos muito mimados com os discos precedentes. A originalidade já não mora aqui como nos anos 80. Mas a alma dos Bauhaus renasce das cinzas (afinal mais viva do que "undead") e relembra-nos nitidamente porque é que os Bauhaus são os Bauhaus e nenhuma banda, nem os os seus membros a solo, a conseguiram jamais suplantar. Ouvir este disco dá arrepios, como se tivéssemos acabado de descobrir um álbum inédito dos tempos áureos, uma gravação perdida no sotão e publicada apenas a título póstumo. Nada disso. É mesmo o aqui e o agora.
Ao contrário do que possa parecer pelo título da faixa de abertura, "Too Much 21st Century", nota-se bem o passar dos anos e a sua influência musical em Peter Murphy, Daniel Ash, David J e Kevin Haskins. Às vezes nota-se até demasiado. (Peter Murphy tem-se virado cada vez mais para o mainstream. Devia tê-lo deixado à porta mas deixou-o entrar. À esquina de cada tema encontramos uma suavidade, um acorde, um cliché que não devia lá estar.) O que era uma sonoridade original e desarmante nos anos 80 é agora um fantasma reflectido no espelho das suas próprias singularidades. Bauhaus iguais a eles próprios. Quem esperava que este álbum fosse tão vanguardista como os Bauhaus que conhecemos em "In the Fat Field" não vai encontrar aqui o salto sobre a fasquia que se esperava deles: que fossem de novo a "vanguarda" (e não é inocentemente que escolho esta palavra), 30 anos ou um século à frente. Não, isso não está em "Go Away White". O que está é um conjunto de temas que vai deliciar qualquer verdadeiro amante de Bauhaus, seja da velha guarda ou da nova geração. Este é mesmo um álbum para açambarcar.
Sim, os Bauhaus não foram uma alucinação da nossa desidratação musical. Sim, eles juntos são mesmo geniais. Sim, é pena que tenham anunciado que não vai haver mais nenhum disco nem digressão promocional. Sim, eles vivem! Sim, os Bauhaus estão de volta e estão aqui.


Lista de temas:

1. Too Much 21st Century
2. Adrenalin
3. Undone
4. International Bulletproof Talent
5. Endless Summer of the Damned
6. Saved
7. Mirror Remains
8. Black Stone Heart
9. The Dog's a Vapour
10. Zikir

Etiquetas:

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

FADE IN 08: Thee Silver Mount Zion Memorial Orchestra and Tra-la-la Band (Canadá)
Sexta 31 de Outubro, Teatro Miguel Franco, Leiria

Peter Murphy
Sábado 1 de Novembro, Coliseu, Lisboa



Waste Disposal Machine
Sábado 1 de Novembro, Café-Concerto do Teatro Virgínia, Torres Novas

Peter Murphy
Domingo 2 de Novembro, Coliseu, Porto


EVENTOS

Peter Murphy after party
Sábado 1 de Novembro, Metropolis, Lisboa



Peter Murphy after party
Domingo 2 de Novembro, Vinyl, Porto

Etiquetas: , , , , , , ,

Agenda Especial Halloween 2008 [actualizado]

HALLOWEEN 2008
Sexta, 31 de Outubro


COIMBRA

Halloween Night: Gothic Metal Night
Seven, Coimbra



LISBOA

Halloween Night (generalista)
Metropolis, Lisboa



Noite de Halloween
Transmission, Lisboa

Eles Vivem, Zombie Walk Lisboa + Festa de Halloween
A partir das 19h, marcha Zombie Walk na Baixa de Lisboa
Festa no Santiago Alquimista, Lisboa
Por Projecto Marginal



MOITA

Sabbat das Bruxas: noite de Halloween
Rock Lab, Moita



PORTO

Crime Scene Industries Halloween
Pin Up, Porto



Halloweenight: 8 anos Sound Factory
Pitch Club, Porto



Especial Halloween
Heavens, Porto



SEIXAL

Zombie Walk - La noche de los muertos
Marcha de "zombies" e festa no MPBar, Seixal
Organização Ekxtaktika


Etiquetas: , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Revista / webzine Abismo Humano

 

Saiu em Setembro a primeira edição da revista Abismo Humano, também em formato webzine que pode ser visto AQUI (clicar na capa da revista para visualizar as páginas). A Abismo Humano é uma produção da Humanarte mas conta com vários colaboradores "livres". [Neste primeiro número há um artigo meu.]
A publicação, que pretende ser trimestral, insere-se num propósito mais amplo, segundo o editorial, que é o "aproveitamento da tendência artística presente nas novas camadas jovens e a integrar, junto da arte, os valores locais (...) tanto na área da pintura, da literatura, escultura, fotografia, cinematográfica, ilustração, música e artesanato".
Para já, a revista vai ser apresentada oficialmente no próximo dia 31 de Outubro durante a festa Sabbat das Bruxas a realizar-se no Rock Lab, Moita. [Ver Agenda Especial Halloween.]

Mais informação:

Humanarte
Fórum Abismo Humano

Etiquetas: ,

domingo, 26 de outubro de 2008

ELES VIVEM! :: HALOWEEN 08 :: SANTIAGO ALQUIMISTA

Segundo a organização, a proposta é a seguinte:
"No dia 31 de Outubro irá decorrer, no Santiago Alquimista, a “Noite de Halloween” organizada pelo Projecto Marginal., sob o tema ELES VIVEM!!!Este ano o Projecto Marginal associou-se à Zombie Walk, integrando esta parada de zombies, a realizar a partir das 19h na Baixa lisboeta, no seu programa para a Noite de Halloween e proporcionando aos seus participantes uma After Party.Às 21h00, inicia-se uma mostra de cinema de terror, com a passagem dos filmes “Evil Dead” de Sam Raimi e “Night of the Living Dead” de George A. Romero e as curtas-metragens “I’ll See You in My Dreams” de Miguel Ángel Vivas e “Vincent” de Tim Burton.A partir das 23h, na sala Hamlet, Selecta Alice e Dj Freestyleira farão ressuscitar os mortos do Rock e da Pop com uma selecção musical de homenagem a músicos como Freddy Mercury, Jim Morrison, Jimi Hendrix, Kurt Cobain, Ian Curtis ou António Variações. Durante uma noite, estes músicos já desaparecidos irão atormentar os vivos numa sessão de histeria musical. No vídeo estará Marta Machado, com «imagens capazes de acordar um morto».Os preços serão de 5 € para entrada na festa e mostra de cinema, sendo que, para os que respeitarem o dress code inspirado em zombies, vampiros, heróis do rock mortos ou outros ligados ao Halloween, a entrada ficará em 4 €.Fica a promessa de uma noite diferente, com muitas surpresas!"
Mais informações em:

Etiquetas: , , ,

Drop Dead Festival, dia 10/10/2008 Santiago Alquimista









Apesar do esforço da organização do festival, tanto por parte da Polina (NYDecay) como por parte da equipa de Lisbon Decay, existiram falhas ao longo do evento que, sendo ou não imputáveis à organização, comprometem parte do sucesso deste tipo de eventos, a saída de grupos do alinhamento do festival à ultima da hora não é benéfico embora não tenha sido inteiramente culpa da organização, as constantes mudanças de local também não o serão, nem tão pouco pormenores como por exemplo a hora de inicio dos concertos, este ultimo facto fez com que perdesse neste dia 3 das bandas, não existe um flyer, poster ou qualquer outro tipo de publicidade ao horario dos concertos, o que me parece uma falha de principiante, coisa que sei nenhum dos organizadores ser, por isso procurei no site do local em questão (Santiago Alquimista) que tinha agendado o inicio do evento para as 22.30 (brilhante...).
Tendo chegado ao Santiago Alquimista por volta das 22.30 e depois de pagar 20€ por um "carimbo" diário (que raio aconteceu aos bilhetes??!!), entrei no recinto passando pelas bancas de merchandise do festival e da Mutant Transmissions, cujo showccase também perdi, entrei na sala decorada com estrelas suspensas do tecto e o palco (ou será um palanque?) com um fundo branco e o público, esse sim vestido a rigor, sentia-se no ar um ambiente de festa, não deixem que vos enganem foram vocês, pelo menos neste dia, o sucesso do festival, e meio caminho andado para uma noite bem passada.
Passando às actuações do dia, como já referi perdi o Showcase da Mutant Transmissions, e os concertos de Birth!, Lineas Albies e Schwefelgelb, quando entrei na sala já se encontravam dois tipos vestidos com uns fatos estranhos em palco, um pequeno exercicio de memoria e mais umas associações rápidas cheguei à conclusão que eram os Grabba Grabba Tape, espanhois que deram um concerto competente mas morno que não ajudou na preparação do publico para o que viria a seguir.
Após um intervalo (os meus pulmões agradecem à organização pela duração, sem duvida suficiente, dos intervalos entre concertos para que fosse possível ir ao exterior fumar um cigarro), os Din Glorious assaltaram o palco... e a plateia. A escuta prévia que fiz de algum do seu material editado fez com que as minhas espectativas para este concerto não fossem as melhores, afinal não sou dos melhores apreciadores de musica electrónica mas Daniel Zac e Kyle Justin, muito fruto da sua energia ao vivo, revelaram que a sua musica apesar de inteiramente electrónica mantém uma forte sonoridade punk/noise facto que conseguiu chamar a atenção do publico, as constantes deambulações do frenético vocalista pelo meio da plateia e o bom concerto que acabaram por dar incutiu no publico até então meio adormecido a disposição correcta para ver aqueles que viriam a ser as estrelas do festival.
Se os Americanos Din Glorious foram a surpresa do dia, já os suecos Kitchen and The Pastic Spoons foram a confirmação daquilo que se suspeitava, são tão bons como o seu pequeno percurso indicava e a grande maioria do publico estava lá para ve-los.
Ao longo de cerca de uma hora debitaram todo o seu post-punk por entre quase todas as musicas que se lhes conhecem, incluindo "Icecream to God" e "Happy Funeral" cujo video poderão ver aqui em baixo.













O publico, que entretanto havia sido acordado por Din Glorious, aglomerou-se em frente ao palco e comportou-se, finalmente, como alguém que foi a um concerto, dançaram, aplaudiram, gritaram, tornando o momento ainda mais memorável do que foi. Pena, apenas que o concerto não tenha durado um pouco mais, não terá sido por culpa do baixista que teve que ser "expulso" do palco pelos colegas de banda, mas soube a pouco.


A ultima actuação da noite estava reservada aos Sixteens, banda de São Francisco, já habituada a estas andanças (repetentes no festival), iniciaram o concerto de um modo algo desinspirado, muito tempo de espera entre canções, alguma inactividade nos membros principalmente de Kristo, cuja fama de frenética demorou a ser comprovada. Perante tamanha monotonia no inicio do concerto o publico, outrora aglomerado em frente ao palco começou a distribuir-se pelos andares de cima e pelas laterais do recinto descansando o corpo de 3 noites seguidas de festival. O facto é que apesar de algum publico ter desertado os Sixteens foram ganhando energia durante o concerto acabando por ter uma saída airosa de uma situação em que eles proprios se colocaram. Excelentes musicos, bons performers revelam-se ao vivo mais proximos de sonoridades industriais que dos ambientes asfixiantes de "Fiendi EP".







Em resumo, tirando alguns precalços já referidos foi uma noite bem passada com boa musica e boa gente, triste apenas pelas bandas que perdi e pela constipação que apanhei com as constantes saídas para o exterior para fumar.
As fotografias que estão no slide show bem como os videos foram feitos por mim com um telémovel, peço desde já desculpa pela qualidade mediocre das mesmas, se pretenderem ver outras fotografias bem como outros pontos de vista sobre o festival visitem o forum NyDecay.

Etiquetas: , , , ,

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Fórum Portugal Underground: Comunidade Alternativa Portuguesa

O fórum Portugal Underground: Comunidade Alternativa Portuguesa (ex-Underground) mudou de endereço e voltou com look e atitude renovados.
Um espaço a visitar AQUI.

Etiquetas:

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Wayne Hussey + Dave Wesling + La Chanson Noire
Sexta 24 de Outubro, 21h, Tuatara, Lisboa
Apresentação do álbum de Wayne Hussey a solo "Bare". Segundo noticiado pelo Bliz, Wayne Hussey estará no dia anterior na FNAC do Chiado para apresentação e sessão de autógrafos.



Teatro Satanico [it]+ VelgeNaturlig [pt]
Sábado 25 de Outubro, Casa de Lafões, Lisboa



EVENTOS

Violet Violence
Sexta 24 de Outubro, Heavens, Porto



Paranoia
Sábado 25 de Outubro, Metropolis, Lisboa



Nightmare Before Halloween
NOVUS:UK live act + DJ set
Sábado 25 de Outubro, Uptown, Porto (Cedofeita)

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Festival Efeito Borboleta :: Hyubris e Heavenwood



O Festival Efeito Borboleta terá lugar em Tramagal, uma vila pertencente ao concelho de Abrantes e decorrerá nos dias 7 e 8 de Novembro. Pretende marcar o início de um acontecimento que possa vir a crescer ano após ano e a tornar-se numa referência no que à divulgação da cultura alternativa diz respeito, nas suas mais diversas formas de expressão. Para além dos concertos decorrerão actividades paralelas tais como Espaço Lounge, Comércio Justo, Animação de Rua, Mostra de Videos...

Deixo o destaque para o segundo dia do festival em que rock alternativo, folk e metal nos chegam através das bandas portuguesas Murdering Tripping Blues, Hyubris (prestes a lançar o 2º álbum) e os recém regressados aos álbuns e palcos Heavenwood!
Aconselha-se uma visita ao site oficial do Festival pois, para além de todos os dados relativos ao programa ainda disponibiliza informações sobre as bandas e o conceito por trás do nome do festival...

Etiquetas: , ,

GITANE DEMONE :: LIFE AFTER DEATH DVD

Está agendado para a primeira metade do mês de Novembro deste ano, o lançamento do DVD de Gitane Demone, figura incontornável do movimento gótico. Pelos vistos são 2 DVDs que cobrem concertos, performances, entervistas e duetos ao vivo com Rozz Williams. A edição limitada conta, ainda com um conjunto de covers inéditas, bem como, um pequeno livrinho com memórias pessoais escrito pela própria Gitane Demone.
Ficam os conteúdos dos 2 DVDs:
DISC ONE
• VPRO, Dutch Television 1991
• Mazzo, Amsterdam, Holland 1989
• AT5, Dutch Television 1992
• VPRO Radio, Holland 1993
• ISC Club, Bern, Switzerland 1993
• Indie Tour, Querfurt, Germany 1995
DISC TWO
• A Heavenly Melancholy video clip 1991
• Skin Two, UK 1992
• Fetish Generation, Denmark 1995
• Dream Home Heartache Tour featuring Rozz Williams
• Christian Death featuring Rozz Williams and Gitane Demone, Astoria II, London, UK 1996
• Kato, Berlin 1998

Etiquetas:

A nossa concorrência?

 
Anúncio no jornal "Metro", 21.10.2008 

Etiquetas: ,

Crítica: Cinema: "El Orfanato" (2007)



Uma boa surpresa do cinema espanhol. Se bem que orientado pela mão do experiente Guillermo del Toro (como produtor), "El Orfanato" é um filme que consegue de facto criar uma atmosfera de terror onde as tentativas europeias do género, salvo honrosas excepções, falham redondamente. É por isso que assistir a este filme é o mesmo que ver o melhor de Hollywood e se não fosse a língua nem se perceberia que as personagens são espanholas.
Laura, a protagonista, e o seu marido, médico, compram o velho orfanato onde esta cresceu até ser adoptada. O plano de vida do casal, que entretanto também já adoptou um menino seropositivo que agora tem 7 anos, é transformar o antigo edifício num lar para crianças deficientes. Todas as suas aspirações caem por terra quando, na própria festa de inauguração, o filho desaparece misteriosamente.
Abandonados os planos, os pais lançam-se numa busca de meses em que os esforços da polícia são infrutíferos, como se a criança se tivesse sumido no ar. E é durante esse período terrível que Laura começa a perceber que não estão sozinhos na casa. Sente presenças e experimenta acontecimentos inexplicáveis que a levam a procurar a ajuda de especialistas no paranormal, desconfiada de que os fantasmas das crianças do orfanato têm a ver com o desaparecimento do filho. Os fantasmas, de facto, estão lá, e escondem uma história macabra de vingança e morte, mas para voltar a encontrar o seu filho Laura vai ter de enfrentar o que para qualquer mãe é o pior terror de todos.

16 em 20

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Depeche Mode no Super Bock Super Rock

Aviso à navegação:

Depeche Mode estão confirmados para 11 de Julho no Estádio do Bessa, Porto, no elenco do Super Bock Super Rock.
Segundo o Blitz, os bilhetes especiais já esgotaram, por isso para quem quiser mesmo ver a banda ao vivo não é má ideia assegurar um bilhete normal com esta antecedência.

Etiquetas: ,

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Secrecy
Sábado 18 de Outubro, Side B, Benavente




EVENTOS

Tributo a The Cure
Sexta 17 de Outubro, Metropolis, Lisboa



Tributo a Brian Warner (marilyn Manson)
Sexta 17 de Outubro, Covilbar, Almada



Bouquet of Dreams
Sexta 17 de Outubro, Parke, Francelos



Klaustrophobik Mutation (Wayne Hussey warm up party)
Sexta 17 de Outubro, Transmission, Lisboa



Bizarre Corporation
Sexta 17 de Outubro, Heavens, Porto



Club Underworld 8º Aniversário
Sábado 18 de Outubro, Metropolis, Lisboa



Heavens, programa de sábado
Sábado 18 de Outubro, Heavens, Porto

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

DIE FORM :: HER[T]Z FREQUENZ (2008)

Já por aí corre um novo single de DIE FORM, projecto de Philippe Fichot, já clássico na cena alternativa europeia.
Acerca deste single, lê-se no site http://www.dieform.net/ :
"With their new single “Her(t)z Frequenz”, Die Form are now returning their concept art to the clubs. A driving beat builds the foundation for an energetic interplay between Fichots cold, electronically manipulated vocals and Eliane P.’s mesmerising, fairy-like melodies. The title track is a cunning combination of the catchiest grooves ever to be found on a Die-Form-release and the hypnotic interaction between coldness and emotions that has always been the unique trademark of this project. The b-side is a re-recorded version of the classic “Bite of God” which features new beats and more dominant female vocals and builds up to a magnificent rhythmic crescendo at the end – a stunning appetizer for the upcoming compilation of the group’s best tracks in newly recorded versions. The single is rounded off by exclusive remixes and alternative versions. With “Her(t)z Frequenz”, Die Form prove yet again that they are an absolutely unique act in today’s club scene and are bound to put an entire new generation under their spell."
Eu, pessoalmente, gosto muito da faixa original de "Bite of God", que neste single é apresentada com roupagens mais confortáveis e atenuadas (tanto o remix, como o "alter ego" "Bite of Hod").
Fica a tracklist:
01 Her(t)z Frequenz
02 Her(t)z Frequenz (Alt Mix)
03 Bite Of God (Rmix1)
04 Bite Of Hod (Rmix2)

Etiquetas: ,

domingo, 12 de outubro de 2008

Headzum Webzine

 
 

Já estão disponíveis para download gratuito as duas primeiras edições da nova webzine Headzum.org. Com o objectivo de "promover a música Portuguesa, especialmente o underground, através do download gratuito de webzines e compilações mensais", estas duas primeiras amostras estão recheadas de entrevistas a bandas de variados estilos musicais e interessarão sobretudo a quem quer estar atento ao que se vai fazendo na música alternativa cá dentro.
A webzine de Outubro já tem espaço para a opinião do leitor e promete progredir com o feedback recebido. Mais uma razão para visitar o site oficial: www.headzum.org, ou o myspace: www.myspace.com/headzumorg, e fazer o download das duas edições.

Etiquetas:

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sixteens


São Francisco, ano de 1997, Veuve Pauli e Kristo Louise formam os Sixteens, em 1999 lançam o primeiro álbum com o mesmo nome, e desde logo deram a entender que preferem trabalhar com as bases da electrónica do que com toda a "maquilhagem" que o electropunk e o EBM dos nossos tempos tem, ao ponto de num artigo da Deathrock.com serem comparados aos Sex Pistols pela maneira como estes desconstruiram o rock dos anos 70 de modo a criar a sua musica.
Têm até à data 3 álbuns editados, "Sixteens" (1999), "Casio" (2003) e "Into The Gold Wave" (2006), entre eles editaram um Ep, "Fendi" (2004) e dois Cds partilhados, um com os The Vanishing (2004) e outro com os Lineas Albeas (2008), que curiosamente também actuam hoje no DDF.
Com uma inspiração electropunk e meio "art" a sua musica lembra desde Adult a The Fall, de resto no EP "Fendi" (o unico trabalho que ouvi para além das musicas disponiveis no myspace) é notória a tendencia para ambientes asfixiantes e de caos interior, "Fancy Fingers" e "Factrix" são para mim 2 das melhores musicas do género (se é que há mais alguém a trabalhar nesta área...).
A ver e ouvir hoje no DDF, assim como os Lineas Albis e os Kitchen And The Plastic Spoons.

Etiquetas: ,

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Ghosts of Dawn
Quarta 8 de Outubro, Fábrica de Som, Porto



Drop Dead Festival
UPDATE
Theatre of Hate (marcado para domingo), foi sustituído por  Lene Lovitch.
O melhor local para monitorizar possíveis alterações é mesmo o fórum NYDecay, thread Drop Dead Festival 2008.



Preço
Todo o festival: 75 euros
Cada noite: 20 euros

Dia 8, quarta
Local: Hula Hula Club, Praia do Rei

Deadfly Ensemblev (USA)
Jellowaste (USA)
DJs
Polina Y - Drop Dead, Mutant Transmissions, NY Decay - NYC USA
DJ Yggdrasil Lisbon Decay, Graveyard sessions Lisbon Portugal
Daniel J - Din Glorious, Better Than Sex, NY Decay - NYC USA
Tony X - MRX, Wolf Pack, Wake the Dead Festival Los Angeles USA
CRAZY HOSPITAL Team - posthum , crazy hospital Vienna Austria
IT-Sicko and Miss Greenfiend - Gothic Pogo Party and Festival Leipzig Germany
Cavey Nik - London, UK Dead and Buried
DeJa D-Riby - FUN ON THE DOWN LOW , Cinema Strange, Los Angeles USA
Cityrocker - Express way to your skull, Oubliette, Catastrophe Ballet Records Portland USA
TEAM MERZHERZ (Daniel J and Mia) - USA-Germany
DJ Exael - 1978 Coimbra Portugal
Alex Schaedelweiss Cologne Germany
CCP- Living in Oblivion, Amsterdam Netherlands
SheetThief - dangereux Basel, Switzerland
Mark Splatter - Deathrock.com, Ghoulschool, Berlin Germany, NYC and Los Angeles USA
Cyberpagan - outsider parties, messthetics , deathrock.de, Braunschweig Germany
Jan Endzeit - Crimson night Germany
No.Thing - Creeper Festival Lithuania
Grayskull - Ballroom Blitz , Deathrock Dekay ART Magazine - Denmark


Dia 9, quinta
Local: Hula Hula Club, Praia do Rei

Zombie Zex - Sweeden
Scarlet and the Spooky Spiders - Italy
Phantom Vision - Portugal
Madre Del Vizio - Germany
Frustration - France
Cinema Strange - USA (CA)
DJs
Cavey Nik - Dead and Buried London, UK
CCP- Living in Oblivion, Amsterdam Netherlands
Alex Schaedelweiss Cologne Germany


Dia 10, sexta
Local: Santiago Alquimista, Lisboa

Mutant Transmissions Showcase
Birth! - USA (CA)
Lineas Albies - Spain
Schwefelgelb - Germany
Din Glorious - USA (NY, NJ)
Grabba Grabba Tape - pain
Kitchen and the Plastic Spoons - Sweeden
Sixteens - USA (CA)
DJs
Polina Y Drop Dead, NY Decay, Mutant Transmissions USA
It Sicko GPP Germany
TEAM MERZHERZ (Daniel J and Mia) - USA-Germany

Dia 11, sábado
Local: Tuatara, Lisboa

Mr Manik -USA (NJ)
x13th MOONx - Japan
Squishy Squid - Austria
Los Carniceros Del norte - Spain
Die Perlan - Germany
Charles De Goal - France
UK Decay -UK
DJs
SheetThief - dangereux Basel, Switzerland
Cyberpagan - outsider parties, messthetics , deathrock.de, Braunschweig Germany
Cityrocker Express way to your skull, Oubliette, Catastrophe Ballet Records Portland USA

Dia 12, domingo
Local: Tuatara, Lisboa

Schizophrenic Housewives - Spain
Cemetary GirlZ - France
TCHIKI BOUM - France
Eyaculación Post Mortem - Spain
Lene Lovich - UK
Les Baton Rouge- Portugal
Capitão Fantasma - Portugal
DJs
CRAZY HOSPITAL Team posthum , crazy hospital Vienna Austria
Mark Splatter-Deathrock.com, Ghoulschool, Berlin Germany, NYC and LA USA
Grayskull - Ballroom Blitz , Deathrock Dekay ART Magazine - Denmark

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

THEE SILVER MOUNT ZION :: 31 Outubro :: Leiria

Referem os organizadores do evento:
"O FESTIVAL FADE IN 2008 traz à cidade de Leiria uma das mais incríveis bandas que o mundo viu nascer na última década! Formados por elementos dos Godspeed You! Black Emperor, os THEEE SILVER MOUNT ZION MEMORIAL ORCHESTRA & TRA-LA-LA BAND, são portadores de uma sonoridade única, onde guitarras, violinos, bateria, contrabaixo, violoncelo e vozes, muitas vozes, se digladiam numa verdadeira orgia de emoções e manifestos políticos…"

Etiquetas: , ,

Kitchen and The Plastic Spoons


São um daqueles raros fenómenos do gótico e do punk que fazem com que um grupo que se formou por acaso e que existiu por pouco mais que um ano com um saldo de 7 musicas editadas (2 singles e o resto em compilações de editoras) seja provavelmente um dos grupos mais esperados no DDF2008.
Em 2007 viu a luz do dia um Best Of, provavelmente atentos a um crescente interesse pela comunidade punk e new wave e já ponderando um regresso aos palcos neste ano, a editora e a banda juntaram 20 musicas entre as editadas, as nunca editadas e outras ao vivo. Apesar de ser minha intenção, não vos posso fazer a critica a este best off, porque está esgotado (se depois de os verem no DDF ou ouvirem no myspace tiverem interesse em adquirir uma cópia, a página da editora possibilita a reserva para uma futura edição).
No myspace a banda disponibiliza 5 músicas, "Ice CReam to God" (2º Single-Flexidisk), Happy Funeral (1º Single), The Poet (a minha favorita), Blätta e Liberty (todas editadas em compilações), e em todas elas o ouvinte é presenteado por um minimal synth rebelde, nascido das cinzas do punk.
A ver no dia 10 deste mês no Santiago Alquimista no âmbito do DDF2008.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Ataraxia :: "Oil on Canvas"


" I had a walk in the garden of poets
reading verses engraved in meadows.
That is why I'm here again, it's the power of thought.
Of memory.
May it be true that the last thing we think of,
before falling asleep,
becomes the substance in which we rest
all time allowed us between one life and the other?
And is it this thing to colour our dreams light or dark?
Anyone knows? "

“Landscapes inspiring soundscapes. A marriage among visual art, poetry and music.”

Da colaboração de três talentosos fotógrafos, seis tradutores e um empenhado designer nasceu mais um fabuloso lançamento desta banda italiana, que tantas surpresas nos tem oferecido nos últimos anos. “Oil on canvas” é um livro de 96 páginas (14,5x14,5 cm), de capa dura, contendo três capítulos dedicados a três fotógrafos com os quais partilham a inspiração e paixão pela música. As fotos seguem diferentes rumos: Raffaella Graziosi retrata casas italianas antigas, em ruínas, confrontando a sua beleza com a sua degradação; Mick Mercer mostra-nos estátuas enigmáticas em parques e jardins ingleses, enquanto Livio Bedeschi, tantas vezes colaborador desta banda nos mostra paisagens mediterrânicas e natureza. Cada imagem é acompanhada por versos e letras de Francesca Nicoli (em Italiano e traduzidas em Inglês, Francês, Espanhol, Alemão e Português) e por música de Ataraxia. Também estará incluído um álbum que é uma colecção de 12 músicas remasterizadas de todo o repertório da banda e do álbum solo de V. Vandelli, mais uma música rara e uma exclusiva deste lançamento, num total de cerca de 70 minutos. É deste modo um tributo à arte fotográfica e às paisagens que tanto os inspiram na sua viagem criativa. O lançamento está a cargo de uma editora de Hong Kong, Ultramail Prod, especializada em edições de coleccionador. Estarão disponíveis apenas 800 cópias, numeradas à mão. Vale certamente uma espreita à sua página oficial para visualizar a cuidada apresentação em flash…

Ataraxia, “Oil on Canvas” ; Ultramail Prod; Novembro 2008.



Photo by Livio Bedeschi
http://www.ataraxia.net/

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Crítica: Cinema: The X Files: I Want to Believe (2008)


Ha! Então eles sempre dormem juntos e coiso e tal! Digo isto porque, vítima voluntária e igual a toda uma geração de fãs incondicionais que nunca perderam um episódio (nem um único!!!) e muito menos o primeiro filme, o máximo a que tivemos direito e que nos levou a suspeitar que o estranho inchaço na barriga de Dana Scully não era um implante alienígena mas sim algo mais terráqueo de origem em Fox Mulder, foi aquela célebre cena do quase-beijo, no filme, interrompido por uma abelha verdadeiramente abelhuda (rais'a parta!), e tudo o resto era especulação.
Afinal era mesmo um filho! Afinal eles eram mesmo um casal!
E dito isto, está clarificada toda a novidade que "The X Files: I Want to Believe" traz aos verdadeiros fãs, que nunca perderam um episódio dos "Ficheiros Secretos", e que a consideram uma das melhores séries de sempre.
O argumento é fraco. Isto bem analisado nem sequer é um x-file, daqueles à antiga, com monstros e extraterrestres e cultos desconhecidos. Isto é o quê, então? Um Frankenstein moderno desmascarado por um padre que além de médium é pedófilo. Horroroso, horripilante? Concedo que sim. E depois? Onde está o sobrenatural? Sobrenatural é que durante 10 anos Mulder e Scully tenham andado na brincadeira e nós os fãs convencidos de que aquilo era tudo platónico e extraterrestre. Que ceguinhos nós fomos!
Só por causa das memórias, dou-lhe um 13, porque filmes de serial killers há muitos, e bem melhores.

13 em 20

"O Cocheiro da Morte", de Selma Lagerlöf

«De acordo com a lenda escandinava, o último homem a morrer no último dia do ano torna-se imediatamente o cocheiro predestinado da Morte: agarra numa foice e vai de casa mortuária em casa mortuária, durante trezentos e sessenta e cinco dias, recolher os mortos, até que um outro o substitua no dia de S. Silvestre... Sobre este tema, Selma Lagerlöf (Prémio Nobel de Literatura) escreveu um dos seus mais curiosos e obcecantes romances que deu origem a várias adaptações cinematográficas (...)»

in "O Cocheiro da Morte", de Selma Lagerlöf

"Já viram com certeza gravuras representando a Morte, e viram-na sempre a andar a pé. Razão porque o cocheiro de que vos falo não é a Morte em pessoa, mas apenas o seu criado. Compreendem que um personagem tão importante só se digna recolher a fina flor da colheita, e é ao seu cocheiro que confia a tarefa de juntar as pobres ervinhas que crescem à borda dos fossos."
(...)
"Mas compreendem agora do que é que o meu camarada tinha medo. Era de morrer precisamente à meia noite, na véspera do Ano Novo, e de se tornar o cocheiro da Morte. Suponho que imaginava ouvir durante todo o dia o coche funerário a chiar e a baloiçar sobre as estradas. E, imaginem, parece que morreu no ano passado, precisamente na noite de S. Silvestre.
- E mesmo à meia-noite?
- Sei, apenas que morreu à noite, mas ignoro a hora. Poderia, aliás, ter-lhe predito que havia de morrer nesse dia, tal era o medo que tinha. Se uma ideia parecida se apoderasse de vocês, eram capazes de ir também."


Li pela primeira vez esta história numa época mental muito susceptível, devia ter menos de 17 anos, e em mim estas palavras suscitaram não o horror mas um enriquecimento mitológica que antes não tinha (a lenda é escandinava) e nunca mais me abandonou. Com o passar dos anos -- e à medida que os anos passam é forçoso que o ser humano se questione o que fará depois da morte, se alguma coisa... -- surgiu em mim a fantasia do cocheiro do Morte, vinda directamente deste livro. Fantasia? Não. Projecto. Se me fosse dado a escolher, tornar-me-ia o cocheiro da Morte dos animais: recolhendo todos os despojos dos matadouros, todos os pequenos corpinhos destroçados à beira de estradas do ser humano egoísta, todos os animais de estimação perdidos no vazio. Seria a cocheira da Morte dos meus melhores amigos.
"Se uma ideia parecida se apoderasse de vocês, eram capazes de ir também"?...

Etiquetas: ,

"O Retrato de Dorian Gray" (The Picture of Dorian Gray), de Oscar Wilde

A história é sobejamente conhecida. Dorian Gray foi até incluído como personagem do filme "Liga de Cavalheiros Extraordinários", interpretado por não outro que que Stuart Towsend, o Lestat de "A Rainha dos Vampiros" (e não lhe correu nada mal). A história de Dorian Gray é tão interessante pela acérrima crítica social às elites da burguesia e nobreza inglesas do século XIX (com uma ironia, direi mesmo sarcasmo, e sentido de humor que me faz lembrar o muito nosso Eça de Queirós, e cujas citações mais assombrosas publiquei aqui no último mês), como pelo elemento sobrenatural que rege toda a história (e por elementos sobrenaturais os nossos escritores nunca se interessaram, o que é uma pena).
Dorian Gray é um rapaz oco, fútil e vazio. Acima de tudo, influenciável pelo intelecto superior e hedonista de Lord Henry, seu amigo, que o convence da sua beleza e da sua importância e o torna não apenas vaidoso como, ao longo da sua vida, cada vez mais perverso e insensível ao sofrimento dos outros. Lord Henry, neste livro, funciona como o Diabo, o tentador, que incute no jovem o valor verdadeiramente satânico do culto da invidualidade e do prazer, mas sempre através de subtis sugestões e filosofias, sem nunca poder ser acusado pelos crimes que, debaixo da sua influência, Gray acaba por cometer sem um pingo de remorso, incluindo o assassínio a sangue frio de um dos seus melhores amigos. Poder-se-à perguntar se o jovem Dorian Gray, antes de cair nas "garras" do seu luciferino mentor, era efectivamente tão oco e fútil como fazia crer, ou se havia já nele a semente ruim da maldade só à espera de um jardineiro que a fizesse florescer em frutos do Mal. Esta é uma das muitas interrogações morais que Oscar Wilde vai colocando ao longo da obra, cuja grande metáfora é o retrato, um retrato verdadeiro, não simbólico, do jovem Dorian Gray, onde por magia se projecta toda a maldade de Dorian enquanto este permanece belo e jovem para sempre. Uma espécie de pacto com o diabo sem que o diabo seja necessário.
Na sua grande inteligência, o que Oscar Wilde faz é desmascarar todos os outros "retratos escondidos" atrás da hipocrisia de uma sociedade em que a imagem vale mais do que o Ser.
Nunca uma obra foi tão actual.

Etiquetas: ,

Drop Dead Festival, Lisboa, 8-12 de Outubro


Segundo a informação disponível ao momento, as noites de quarta e quinta passaram para o Hula Hula Club, na Praia do Rei, sexta será no Santiago Alquimista, sábado e domingo no Tuatara.
O melhor local para monitorizar possíveis alterações é mesmo o fórum NYDecay, thread Drop Dead Festival 2008.

Preço
Todo o festival: 75 euros
Cada noite: 20 euros

Dia 8, quarta
Local: Hula Hula Club, Praia do Rei

Deadfly Ensemblev (USA)
Jellowaste (USA)
DJs
Polina Y - Drop Dead, Mutant Transmissions, NY Decay - NYC USA
DJ Yggdrasil Lisbon Decay, Graveyard sessions Lisbon Portugal
Daniel J - Din Glorious, Better Than Sex, NY Decay - NYC USA
Tony X - MRX, Wolf Pack, Wake the Dead Festival Los Angeles USA
CRAZY HOSPITAL Team - posthum , crazy hospital Vienna Austria
IT-Sicko and Miss Greenfiend - Gothic Pogo Party and Festival Leipzig Germany
Cavey Nik - London, UK Dead and Buried
DeJa D-Riby - FUN ON THE DOWN LOW , Cinema Strange, Los Angeles USA
Cityrocker - Express way to your skull, Oubliette, Catastrophe Ballet Records Portland USA
TEAM MERZHERZ (Daniel J and Mia) - USA-Germany
DJ Exael - 1978 Coimbra Portugal
Alex Schaedelweiss Cologne Germany
CCP- Living in Oblivion, Amsterdam Netherlands
SheetThief - dangereux Basel, Switzerland
Mark Splatter - Deathrock.com, Ghoulschool, Berlin Germany, NYC and Los Angeles USA
Cyberpagan - outsider parties, messthetics , deathrock.de, Braunschweig Germany
Jan Endzeit - Crimson night Germany
No.Thing - Creeper Festival Lithuania
Grayskull - Ballroom Blitz , Deathrock Dekay ART Magazine - Denmark


Dia 9, quinta
Local: Hula Hula Club, Praia do Rei

Zombie Zex - Sweeden
Scarlet and the Spooky Spiders - Italy
Phantom Vision - Portugal
Madre Del Vizio - Germany
Frustration - France
Cinema Strange - USA (CA)
DJs
Cavey Nik - Dead and Buried London, UK
CCP- Living in Oblivion, Amsterdam Netherlands
Alex Schaedelweiss Cologne Germany


Dia 10, sexta
Local: Santiago Alquimista, Lisboa

Mutant Transmissions Showcase
Birth! - USA (CA)
Lineas Albies - Spain
Schwefelgelb - Germany
Din Glorious - USA (NY, NJ)
Grabba Grabba Tape - pain
Kitchen and the Plastic Spoons - Sweeden
Sixteens - USA (CA)
DJs
Polina Y Drop Dead, NY Decay, Mutant Transmissions USA
It Sicko GPP Germany
TEAM MERZHERZ (Daniel J and Mia) - USA-Germany

Dia 11, sábado
Local: Tuatara, Lisboa

Mr Manik -USA (NJ)
x13th MOONx - Japan
Squishy Squid - Austria
Los Carniceros Del norte - Spain
Die Perlan - Germany
Charles De Goal - France
UK Decay -UK
DJs
SheetThief - dangereux Basel, Switzerland
Cyberpagan - outsider parties, messthetics , deathrock.de, Braunschweig Germany
Cityrocker Express way to your skull, Oubliette, Catastrophe Ballet Records Portland USA

Dia 12, domingo
Local: Tuatara, Lisboa

Schizophrenic Housewives - Spain
Cemetary GirlZ - France
TCHIKI BOUM - France
Eyaculación Post Mortem - Spain
Theatre of Hate - UK
Les Baton Rouge- Portugal
Capitão Fantasma - Portugal
DJs
CRAZY HOSPITAL Team posthum , crazy hospital Vienna Austria
Mark Splatter-Deathrock.com, Ghoulschool, Berlin Germany, NYC and LA USA
Grayskull - Ballroom Blitz , Deathrock Dekay ART Magazine - Denmark

Etiquetas: , , ,

Agenda [actualizado]

CONCERTOS

Fade In 08: Mi And L'au (Finlândia) + Sharyar Mazgani (Irão)
Sexta 3 de Outubro, Orfeão Velho, Leiria




EVENTOS

Funeral Party
Sexta 3 de Outubro, Metropolis, Lisboa



Nocturnal Rebellion Night
Sábado 4 de Outubro, Xuven, Coimbra



Crime Scene Industries
Sábado 4 de Outubro, Pin Up, Porto

Etiquetas: , , , , , , ,