quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Project Pitchfork - Continuum Ride

É reconhecida a mudança de rumo na música desde o álbum “Alpha Ómega”, a intrusão do rock na electrónica abriu um novo caminho para a banda explorar. Gradualmente, desde então, a banda tem aprimorado o seu estilo musical e “Continuum Ride”, lançado em Julho deste ano, confirma-os como uma das principais senão a principal banda da cena electro-gótico.
Embora a maior presença de guitarras seja apelativa, a voz gutural (?) de Peter Spilles é uma faca de dois gumes e em algumas canções deste disco, à imagem do seu antecessor “Dream, Tiresias!”, as músicas mais introspectivas ficam nuas de emoção. A voz é, talvez, a razão do melhor e do pior que a banda consegue fazer.
Ainda assim, “Continuum Ride” mantém a caminhada ascendente da banda, alternando exemplos de boa electrónica como podem ouvir em “The Dividing Line” com músicas mais acessíveis de que é exemplo “Endless Infinity”, cujo refrão depressa ficará no ouvido de muita gente.

Conhecidos pelas actuações energéticas, estarão no Palco Corpo, amanhã dia 27, no âmbito do festival Entremuralhas, organizado pela Fade In com apoio da Câmara Municipal de Leiria.





Alinhamento de “Continuum Ride”

1 – Way Of The World
2 – Stacked Visions
3 – The Dividing Line
4 – Endless Infinity
5 – Dead Cities
6 – Continuum
7 – Beholder
8 – Ghosts of the past
9 – Supersonic Snakebite
10 – Star Child
11 – 43rd Floor
12 – Full Contact

Etiquetas: , ,

Comentários "Project Pitchfork - Continuum Ride"

 

Comentar